0 5 min 1 semana
4
(5)

‘Twisters,’ a aguardada continuação do clássico de 1996 dirigido por Jan de Bont, traz uma nova abordagem sob a direção de Lee Isaac Chung. Com um elenco talentoso liderado por Daisy Edgar-Jones como Kate Cooper e Anthony Ramos como Javi, o filme mergulha os espectadores em uma emocionante caçada de tempestades que promete manter todos na ponta da cadeira.

Segue-se Kate Cooper, uma caçadora de tempestades aposentada prestes a ser puxada de volta ao mundo mortalmente perigoso dos tornados por seu amigo Javi, em um esforço para testar um novo sistema experimental de rastreamento do clima. No decorrer da missão, Kate encontra Tyler Owens, interpretado por Glen Powell – um icônico influenciador de mídia social que documenta suas aventuras em busca de tempestades para seus milhões de seguidores.

Desde os primeiros minutos, é muito agitado com cenas de ação deslumbrantes, efeitos visuais brilhantes e visualização realista da fúria dilacerante dos tornados; estes são assustadores. Lee Isaac Chung consegue encontrar um grande equilíbrio entre sequências de ação intensas e momentos introspectivos para fazer justiça, explicando de forma justa a motivação e os traumas pelos quais os personagens principais passam.

Daisy Edgar-Jones interpreta Kate de maneira poderosa, com toda a turbulência interna de uma alma perturbada travando tanta guerra consigo mesma quanto contra os elementos. A química entre ela e Anthony Ramos realmente funciona; juntos, eles adicionam uma sensação extra de pungência à história. Enquanto isso, Glen Powell traz leveza e graça ao filme, criando um contraste interessante contra o peso da busca de Kate.

A partitura é uma interessante mistura de música eletrônica e orquestra, que aprimora perfeitamente a ação para gerar tensão e adrenalina. A cinematografia foi outro ponto forte, incluindo ângulos de câmera dinâmicos que podiam retratar a magnitude e a beleza perigosa dos tornados.

No entanto, ‘Twisters’ não sai impune. Há momentos no roteiro que parecem roer as unhas de expectativa – principalmente para quem está familiarizado com o gênero desastre natural. Novamente, alguns dos personagens secundários poderiam ter sido mais desenvolvidos para adicionar outras camadas à trama.

Outra razão pela qual este filme deveria ser destacado é a forma como tenta abordar os efeitos adversos das alterações climáticas. Isto também torna a história relevante, além de servir simplesmente como um alerta para expor a necessidade da responsabilidade ambiental e o papel da ciência na prevenção de desastres naturais.

O momento tenso se instancia ao longo do filme em um clímax esmagadoramente eletrizante que deixa qualquer espectador sem fôlego. Lee Isaac Chung se destaca aqui como um diretor que garante que cada nuance seja carregada de emoção e perigo.

Resumindo, ‘Twisters’ acaba sendo uma sequência digna que surpreendentemente encontrou o equilíbrio com ação, drama e investigação social. Lee Isaac Chung foi simplesmente o melhor homem para gerenciamento, trazendo uma sensibilidade única que mantém o filme elevado além dos clichês do gênero.

‘Twisters’ é um daqueles filmes imperdíveis para qualquer fã de ação e desastres naturais, com atuação de atores renomados, o que renova os incríveis efeitos visuais do primeiro filme, ao mesmo tempo que a mensagem convincente o torna uma das maiores sequências dos últimos anos. Se você está procurando um filme que possa mesclar sentimentos com perigo e reflexão, então este é o seu filme: ‘Twisters’.

Não deixe de se inscrever em nossos canais:
YoutubeFacebook e InstagramCanal Whatsapp e de fazer seu comentário aqui no site!
Curta a página do Papo Aleatório para mais novidades.
VIDA LONGA E PRÓSPERA NERDS E GEEKS!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *