Arcânia – O Novo RPG Nacional!

0
(0)
Arcânia - O Novo RPG Nacional!

O RPG nacional cada dia mais forte, e temos a honra de anunciar a vocês Arcânia – Terra Plana.

“Apresentem-se aventureiros de toda Arcânia, o povo de Terra Plana clama por heróis. Cavaleiros cavalgam por terrenos acidentados, digladiando contra bestas perigosas, assim como magos voam pelos céus infinitos travando combates mágicos espetaculares, enquanto a alta sociedade disputa o poder em meio à luxúria; traição e (poucas vezes) honra. Essas são as peças do incompreensível jogo dos deuses que caminham entre os mortais. Está disposto a encarar este desafio”?

O Guia Básico de Arcânia – Terra-Plana é um livro completo para jogadores e mestres criarem seus personagens e conduzir o jogo. São mais de 300 talentos e 600 magias, além de 115 monstros prontos para serem enfrentados com grande foco na versatilidade dos personagens.

As raças e classes foram desenvolvidas para serem fortes sem depender de itens mágicos. Estes deixam de ser comercializados, sendo encontrados apenas em aventuras, através de uma campanha ou presenteados por alguém.

Dentre as raças, além das populares humanos, elfos, anões, etc. apresentamos as novas: elwins (um povo naturalmente psíquico), nuáritas (animalescos), edutrívicos (gigantes) e kzaelds (elfos negros). Outras novas raças serão apresentadas em breve.

São 20 classes iniciais: Aristocrata, Assassino, Bárbaro, Bardo, Caçador, Cartomante, Clérigo, Draconauta, Druída, Espadachim, Especialista, Feiticeiro, Guerreiro, Ladino, Lâmina Única, Mago, Monge, Paladino, Pistoleiro e Psíquico.

Quem são os criadores?

Arcânia - O Novo RPG Nacional!

Thiago Croft: Eu tenho alguns contos publicados em antologias e um universo de romances vampirescos, dois deles foram publicados já, inclusive pela mesma editora que saiu o RPG. O Editor Vanderlei Sadrack sabendo do cenário, pediu para dar uma olhada e adorou.

Arcânia - O Novo RPG Nacional!

Marconi “kbessa” Costa: Sou servidor público e tenho um centro de treinamento com diversas modalidades entre elas: Kickboxing, Karatê, Muay Thai. Sou artista marcial com graduações em algumas artes marciais, tipo 4° Dan de kickboxing, faixa marrom de Karatê Shotokan, instrutor de boxe, grau preto de Muay Thai, verde de Taekwondo e professor de Yoga.

Arcânia - O Novo RPG Nacional!

Fora o Arcânia, vocês tem outros trabalhos voltados ao RPG? ou literatura e afins?
Pensamos em futuramente, quem sabe fazer algo voltado para seres sobrenaturais em eras modernas, pegando o gancho do RPG e seres noturnos como a White Wolf possui com o Mundo das Trevas. Apenas planos. Por hora o RPG é focado totalmente no Arcânia – Terra Plana. E em paralelo tenho os romances vampirescos e também romances de fantasia onde as aventuras se passam no mundo de Arcânia, já tenho dois originais prontos e registrados. A ideia é mostrar aos jogadores como as raças e classes funcionam em forma de literatura, e vice e versa.

Como começou a parceria?

Em 2002 começamos a desenvolver o cenário juntos, eu tinha algumas histórias e ideias de um mundo de fantasia e Marconi idem. Juntamos as ideias e assim nasceu o mundo plano de Arcânia.

Arcânia - O Novo RPG Nacional!

Fale-me do mundo de Arcânia:

Arcânia – Terra Plana foi uma ideia que tivemos em montar um mundo onde tivesse todos os elementos que gostávamos. Tinha a fantasia clássica Tolkiana e claramente representada no D&D, mas queríamos cavaleiros dragões como em Dragonlance e na animação Dragonfly. Também gostamos de Cyberpunk e Steampunk com tecnologia à vapor e Tecno-Mágica, como em Final Fantasy, Reinos de Ferros e outros do gênero. Além do psiquismo, presente na fantasia clássica, porém em menor escala ou bem secundária, quase coadjuvante. Queríamos que fosse algo presente e inerente ao cenário, por isso montamos 20 classes básicas, todas as demais viriam delas, algumas já conhecidas pra quem joga D&D e outros similares, outras novas:

Aristocrata, Assassino, Bárbaro, Bardo, Caçador, Cartomante, Clérigo, Draconauta, Druida, Espadachim, Especialista, Feiticeiro, Guerreiro, Ladino, Lâmina Única, Mago, Monge, Paladino, Pistoleiro, Psíquico.

Não, não somos terraplanistas. Aliás, isso é algo que sempre temos que responder. Foi algo pensado em 2002, jamais imaginaríamos que em 2020 as pessoas estariam em um surto coletivo acreditando que a Terra é plana…

Até usamos algumas premissas dos terraplanistas, por que não? O Norte é no centro do mundo, todas as bordas são sul e quem caminha para ‘esquerda’ vai para o oeste, e quem caminha para ‘direita’ vai para o leste.

As estações são regidas por lordes feéricos, fadas que governam as cortes das estações e migram, como andorinhas, de região para região durante o ciclo do ano. Porém existe uma batalha entre elas, por isso às vezes ocorre de um local ter um verão mais intenso e duradouro, outros o inverno ocorre isso… E por aí vai.

Outra coisa são os deuses, baseamos no modelo greco-romano, de divindades antropomórficas. Então todas são ‘humanas’, obviamente algumas tem traços animalescos e até outros tipos. Elas vivem entre os mortais e possuem seus subplanos divinos. Atualmente temos cerca de 60 divindades e o panteão tende a crescer conforme vamos detalhando mais raças e lugares…

Arcânia - O Novo RPG Nacional!

Fale-me das regras do jogo?

Quem já jogou D&D ou qualquer sistema similar perceberá muitas semelhanças, mas várias mudanças. Por exemplo o sistema de PVs, incluímos penalidades por ferimentos, logo uma pessoa com 100% do PV está bem, outra com 75% do total está levemente ferida, 50% está moderadamente ferida e 25% estará gravemente ferida e podendo até sangrar até morrer, caso não tenha os devidos cuidados, quanto mais ferido estiver, mais penalidades sofrerá em seus movimentos. A magia é cara e rara, a base da moeda do jogo é a prata, porém os custos da magia são todos calculados em ouro. Magias de cura foram reduzidos e controlados para não serem banalizados e clérigos e demais curandeiros ganharem uma real importância. Ressurreições são extremamente raras e perigosas, a própria Deusa Morte não gosta e envia ceifadores caso o seu personagem seja revivido e o personagem (e o grupo) deverá lidar com o ceifador.

As resistências Fortitude, Reflexos e Vontade deixaram de ser um teste e se tornaram uma Defesa, isso reduzem as rolagens e acelera o combate. Já a CA e Defesa foram separadas, para acertar um oponente é preciso alcançar ou ultrapassar a Defesa, enquanto a CA é a absorção de dano, após ter recebido o ataque com sucesso.

As capacidades mágicas, tanto arcanas, quanto divinas (e poderes psíquicos) podem ir além da capacidade máxima diária do personagem. Então ‘acabou a mana’ ficou inútil? Não mesmo, é possível exigir do seu corpo, rogar aos deuses ou se concentrar ainda mais e ir além do que pode normalmente, porém com um preço.

Fadiga e cansaço funcionam efetivamente dentro do jogo, tanto para emular efeitos de condição física, como para ativar efeitos, ou como consequência de abusar de magias e psiquismo, por exemplo.

Todas as raças ganham algum bônus em atributo e características próprias. Além disso, a cada 5 níveis, recebe uma habilidade racial nova, podendo melhorar algo que já tenha. Com isso, a cada nível par o personagem recebe um ponto de atributo e nível ímpar, um talento.

O cenário conta com Renome e Hierarquia, onde renome é o prestígio, para o bem ou para o mal que o personagem seja reconhecido por seus feitos. Já hierarquia é o seu nascimento, existem nobres e cavaleiros que usam e abusam de seu poder de nascença e a hierarquia está aí para representar isso. Dificilmente existe uma ascensão, como num mundo medieval clássico, mas nada impede que o rei sagre todo o grupo cavaleiros após uma missão bem sucedida.

Não existe um idioma ‘comum’, ao invés disso, existe o idioma mais comum, ou seja, o mais falado daquele reino ou continente. Arcânia é 4x maior que o nosso planeta Terra, logo os reinos têm escalas continentais. Reinos maiores terão sua língua mais difundida, enquanto menores terão línguas próprias e desconhecidas. Deverão ser aprendidos separadamente com suas perícias…

Por fim, mas não menos importante, os itens mágicos. Tiramos ‘lojinha de item mágico’. Nunca gostamos do modelo matar bicho, pra ficar forte e ganhar ouro, para comprar item mágico forte para vencer bichos mais fortes e repetir o ciclo. Itens terão histórias próprias e um peso grande na história. As raças e classes já são fortes por si só. E os itens farão um diferencial gigantesco, portanto quem quiser algum deverá sair em aventuras, buscar mapas de tesouros e reunir seus companheiros aventureiros. Da mesma forma que a magia, itens mágicos são calculados em ouro e com valores absurdos, raramente são negociados, quando o são, apenas em grandes metrópoles.

Arcânia - O Novo RPG Nacional!

Qual a parte mais difícil em criar um cenário de campanha?

Tudo!

Ele vai crescendo conforme vai sendo escrito. Vejo que muitos cenários lançam um continente e focam nele. Preferimos fazer o mundo inteiro, todos os continentes e deixamos um ou outro pedaço mais inexplorado ou com ideias mais vagas (como estilhaços do mundo). Para que possa entender: nem sempre foi um mundo plano, existia um planeta esférico como todos os que conhecemos e, em uma batalha divina, o mundo ruiu e o que foi salvo da destruição se tornou Arcânia. Porém existem estilhaços tanto acima, ilhas flutuantes entre as nuvens, como abaixo, terras sombrias e com povos pouco ou praticamente sem conhecimento dos arcanianos.

Arcânia - O Novo RPG Nacional!

Como é entrar num cenário já tão difícil como o de RPG, ainda mais agravado pela pandemia que vivemos?

O mercado editorial nacional como um todo é bem complicado. Livro é muito caro. Gastar R$ 60 – 150 em um livro quando este valor colocaria comida dentro de casa é bem tenso. Mas estamos na luta, indo de evento em evento levando o hobby para mais pessoas. Disponibilizando material gratuito para quem quiser experimentar, afinal RPG você precisa de muita imaginação, papel e lápis, o restante dá-se um jeito: amigos se juntam e compram um livro (já fizemos isso no passado, não vejo como não dar certo atualmente).

Sempre jogamos mesa presencial, on-line eu sempre fui resistente, mas com a pandemia acabamos nos rendendo ao on-line. Acredito que existam essas duas opções, tem quem prefira o on-line mesmo sem pandemia por distância ou outro motivo pessoal que seja. O que não dá é pra deixar de jogar RPG.

Arcânia pode ser encontrada no Facebook, Intagram, a página oficial da obra, além é claro do site para comprar o Arcânia – Terra Plana. Também existe o trabalho literário de Thiago Croft: Vlad – Sangue e Fúria. E Alexia – O Diário da Vampira.

Arcânia - O Novo RPG Nacional!

O lançamento oficial foi dia 15/09/19 no World RPG Fest em Curitiba.

Arcânia - O Novo RPG Nacional!

Arcânia - O Novo RPG Nacional!Arcânia - O Novo RPG Nacional!Arcânia - O Novo RPG Nacional!Arcânia - O Novo RPG Nacional!Arcânia - O Novo RPG Nacional!

Arcânia - O Novo RPG Nacional!Arcânia - O Novo RPG Nacional!Arcânia - O Novo RPG Nacional!

E não se esqueça de deixar o seu comentário aqui em baixo!

Related posts

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.