Crítica: Antes Que Eu Me Esqueça

Crítica: Antes Que Eu Me EsqueçaCrítica

Envelhecer é um momento difícil tanto para os parentes quanto para os idosos que têm suas rotinas modificadas graças as dificuldades da vida. É nisso que se baseia a trama do primeiro longa do diretor Tiago Arakilian, “ Antes Que Eu Me Esqueça ”.

O filme conta com um grande elenco, tendo como protagonistas principais Polidoro (José de Abreu), juiz aposentado que decide, depois de alguns acontecimentos em sua vida, mudá-la completamente e assim adquire uma boate de strip-tease, ao mesmo tempo que leva seu filho Paulo (Danton Melo), músico, há anos afastado dele, retornar para a sua vida, forçadamente, o que em um primeiro momento vai de encontro as suas recentes escolhas profissionais.

Quando se inicia o filme temos a visão da vida cotidiana e simétrica de Polidoro que nos mostra que tudo está de acordo como deveria estar. As sutilezas da trama se iniciam deste ponto, mostrando um bom roteiro, nos sensibilizando a favor do protagonista em relação a sua filha Bia (Leticia Isnard), uma mulher que está decidida a colocar seu pai sob seus cuidados de qualquer forma e assim cuidar de tudo, inclusive seus bens, para que ele possa ter uma melhor “assistência”.

As decisões de Polidoro levam os personagens de encontro a uma jornada que nenhum deles poderia imaginar. Com ótima narrativa e bons momento durante a interação de Polidoro e Paulo, o filme traz para a trama o sensibilíssimo da relação de pai e filho e faz com que o público se aproxime dos dois de forma bem simples e tranquila. A interpretação de José de Abreu e de Danton Melo, se mostra afinada e ótima em momentos de tensão e de emoção que nos tira o pé do chão e nos mostra o quão é difícil viver algo assim para uma família.

Crítica: Antes Que Eu Me Esqueça

Cheio de músicas de Beethoven e Chopin, o filme agrada e gera uma empatia aos personagens. A parte cômica é encabeçada por Guta Stresser, que vive uma nordestina arretada que trabalha como prostituta na boate e mesmo tendo um apelo sexual, o assunto é abordado levemente dentro do contexto. Uma das cenas em que contracena com Mariana Lima, que interpreta uma promotora de Justiça designada para acompanhar Paulo e Polidoro, é uma das mais cômicas do longa.

Acredito que chegando ao final do longa pude constatar que o filme é bem montado e concebido. Tudo se combina e nada passa do ponto e, dentro do clímax da trama, não tem como não se emocionar com a história ali contada. Considero que é um bom começo para o diretor Tiago Arakilian, e que ‘Antes Que Eu Me Esqueça’ é o primeiro de grandes trabalhos que virão.

Nota:

Crítica: Antes Que Eu Me Esqueça

 

 

 

“ANTES QUE EU ME ESQUEÇA”, ESTRELADO POR DANTON MELLO E JOSÉ DE ABREU, ESTREIA 24 DE MAIO de 2018.

Veja o trailer abaixo:

SINOPSE:

Aos 80 anos, Polidoro (José de Abreu) decide acabar com a estabilidade de sua confortável vida de juiz viúvo aposentado tornando-se sócio de uma boate de strip-tease. Diante de tal situação, sua filha Beatriz (Letícia Isnard) decide interditá-lo judicialmente. Em audiência, Paulo (Danton Mello) se declara incapaz de opinar sobre as decisões do pai porque não fala com ele há anos. O juiz determina que seja feita uma avaliação de Polidoro por Paulo, em encontros regulares entre pai e filho, forçando uma reaproximação que transformará suas vidas.

 

ELENCO: 

Danton Mello: Paulo
José de Abreu: Polidoro
Mariana Lima: Maria Pia
Guta Stresser: Joelma
Augusto Madeira: David
Leticia Isnard: Bia
Saulo Rodrigues: Bráulio
Eucir de Souza: Alceu
Dedé Santana: Gregório
Kathia Calil: Kats
Silvio Matos: Evandro
Luiz Magnello: Milton
Miguel Nader: Jorjão
Anna Cotrim: Rosilene 

FICHA TÉCNICA:
Direção: Tiago Arakilian
Roteiro: Luísa Parnes
Produtora: Silvia Fraiha
Produção: Fraiha Produções, Titânio Produções e Boipeba Filmes
Coprodução: Globo Filmes, Rio Filme, FOX International Productions
Distribuição: Imagem Filmes e FOX International Productions
Produção Executiva: Silvia Fraiha, Carlos Saldanha, Marco Anton
Produtor Associado: José Alvarenga, Luisa Parnes e Maresa Pullman
Música e Trilha Musical: Caio Márcio Santos
Gênero: Ficção
Duração: 95 minutos

Curta a página do Papo Aleatório para mais novidades.

Curta também a nossa página do NERDCard no Facebook.

Não deixe de se inscrever em nosso canal do Youtubeyoutube.com/c/papoaleatorio e de fazer seu comentário aqui no site.

 

Related posts

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.