Crítica sem spoilers de Vingadores: Ultimato

Estreou no último dia 25/04 em circuito nacional de cinemas o tão aguardado Vingadores: Ultimato, e hoje nós vamos deixar aqui as nossas impressões.

Crítica sem spoilers de Vingadores: Ultimato

 Vingadores: Ultimato é resultado de um planejamento feito pelos estúdios Marvel que começou lá no distante ano de 2008, com o lançamento de “Homem de Ferro”, a época o carro chefe das publicações da editora nos HQs nem era ele ou os Vingadores, o foco da editora desde muito tempo eram os X-Men e seu universo mutante, mas como os diretos cinematográficos deles estavam com a FOX, os estúdios Marvel então fizeram o que fazíamos no suporte a TI, trabalharam com o que tinham.

 Promoveram o personagem e os HQ´s, trouxeram um time de heróis que não tinha tanta expressão quanto os “Filhos do Átomo” para a luz, trabalharam de maneira precisa e criativa, claro que com alguns percalços pelo caminho (“Homem de ferro 3” que o diga) mas no geral, os estúdios conseguiram construir um universo que trabalha como uma gigante série cinematográfica, e vamos combinar, nem todos os episódios de uma série tandem a manter o mesmo nível, então, alguns pormenores podem e devem ser perdoados.

Crítica sem spoilers de Vingadores: Ultimato

 Mas todo esse universo poderia correr o risco de ruir caso nada fosse feito para renovar os ares, pois assim como qualquer peça de entretenimento que segue por muito tempo, o desgaste é inevitável, e pensando nisso, a empresa já pavimenta uma renovação para a sua próxima fase de filmes, mas não sem antes nos deixar essa perola cinematográfica que foi o longa de “Ultimato”

 Ele segue logo após os eventos de “Guerra infinita” e o infame estalar de dedos do titã louco, Thanos. Os heróis estão de luto pelas suas perdas e tentando de qualquer forma arrumar um jeito de consertar aquilo que o psicopata intergaláctico fez com o universo, ao mesmo tempo em que cada um tenta lidar com as perdas à sua própria maneira.

 É difícil comentar mais sobre o enredo sem entregar spoilers, portanto não falarei mais do que isso, pelo menos não nessa matéria, mas saibam que o longa é um show de referências, e homenagens, não só aos próprios filmes da empresa, mas também a momentos icônicos das HQ´s, tanto algumas clássicas quanto outras mais recentes, e pasmem, se eu não estou enganado, achei até uma referencia e um personagem da DC no filme, e não foi algo jocoso como se era de esperar.

Crítica sem spoilers de Vingadores: Ultimato

 Nos aspectos técnicos o filme é primoroso, os efeitos visuais estão muito bem realizados e em nenhum momento passam a sensação de artificialidade que encontramos em outras produções por aí, e mesmo juntando tudo que foi realizado por equipes diferentes e diretores diferentes, tudo se encaixou de forma perfeita e ainda assim os personagens mantiveram as suas características individuais, um verdadeiro espetáculo na minha opinião.

 O som e a trilha sonora não deixam nada a desejar também, com músicas que são muito bem encaixadas com as cenas, e composições que trazem a emoção certa para cada momento da trama, e acho que sinceramente dava para fazer uma bela de uma opera ali.

 Com tudo isso o filme ainda nos apresenta a ultima cameo de Stan Lee, o mestre dos HQ´s e a mente criativa por trás da editora Marvel, mesmo de maneira indireta, o responsável por tudo que vimos até hoje. Não é exatamente o melhor cameo dele, mas ainda assim é uma bela homenagem a esse homem que nos deu tanto de si.

Crítica sem spoilers de Vingadores: Ultimato

 No saldo geral, Ultimato é um excelente filme, com o roteiro bem trabalhado e que não deixa mais pontas soltas do que o necessário para eventuais continuações, sem furos gritantes de roteiro ou erros grotescos, é uma obra linda de se assistir, é emocionante, intenso, divertido e muito bem produzido. Acredito que será um desafio para os estúdios Marvel, ou qualquer outro, produzir alguma coisa nos próximos anos dentro desse subgênero de “heróis” que seja melhor que “Ultimato”, os produtores realmente elevaram o patamar dessa vez, e a um nível nunca visto antes.

 E uma última informação que eu acredito que seja útil a todos os leitores aqui que por ventura não tenham assistido ainda ao longa, ele não conta com cenas pós créditos, embora se você quiser ficar os primeiros minutos dos créditos iniciais assistindo as imagens rolando, não será nenhum desperdício.

Aproveitem o filme, se você já assistiu, comenta aqui as suas impressões, e lembre-se, Thanos faz virar pó quem fica soltando spoiler por aí.

Curta a página do Papo Aleatório para mais novidades.

Curta também a nossa página do NERDCARD no Facebook.

Não deixe de se inscrever em nosso canal do Youtube: youtube.com/c/papoaleatorio e de fazer seu comentário aqui no site!

Related posts

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.