Doomsday Clock – Parte 01 – Ponto de Ignição, Novos 52 e Renascimento

0
(0)

Antes de chegarmos a Doomsday Clock, temos de voltar um pouco, na verdade bastante, tudo começou em um ato de egoísmo de um dos maiores heróis da DC, algo que ficou conhecido como Ponto de Ignição (FlashPoint em inglês).

Em um rápido resumo, vemos o Flash mudando a linha temporal ao salvar sua mãe, isso altera toda a realidade, fazendo com que a Liga da Justiça não exista e levando o mundo para uma guerra mundial entre Atlantis e Amazonas. Nas HQs a guerra foi causada pela morte de Hipólita, na animação foi por causa da morte da Mera, após um clímax de um combate entre todos contra todos, O Flash luta contra o Flash Reverso, e o Barry está levando a pior, mas o Batman chega e mata o vilão.

Temos dois grandes momentos de arrancar lágrimas na HQ, aqui vamos ao primeiro: Flash volta no tempo, novamente e conversa com a mãe contando toda a história e de como realinhar o tempo a mataria.

O segundo e quando o Flash já com a linha do tempo restaurada entrega ao Batman (Bruce) uma carta do Batman (Thomas) fazendo o nosso Batman chorar.

Mas toda alteração no tempo tem uma consequência, independente de ser ou não para restaurar, assim o Barry acaba por liberar a Pandora que conta que dentro de um mesma realidade existem três universos (DC, Vertigo e Wildstorm) e que esses universos teriam de se unir.

Assim começa os Novos 52.

E entramos em um novo arco: DC Renascimento. Por cinco anos a DC manteve os Novos 52, até que a queda nas vendas finalizaram os Novos 52.

Ao contrário dos Novos 52 não houve um reboot, seria mais uma união entre o antigo e os Novos 52.

Agora sim com vocês o Renascimento: Em meio a Guerra de Darkseide o Batman descobre que não existe um Coringa, existem na verdade três Palhaços do Crime, um pré Crise nas Infinitas Terras, o da Piada Mortal e o dos Novos 52, além disso o Superman dos Novos 52 está morto, em meio à batalha que culminou na morte do Azulão, alguém chega para ajudá-lo, quem? O Superman pós-Crise nas Infinitas Terra. Esse Superman é o que morreu e ressuscitou.

O Renascimento começa com a narração de alguém falando sobre um relógio de família e como havia perdido tempo e como estava a parte da realidade, mas que sempre achava o caminho para casa. Menos desta vez, assim o narrador sai em busca de quem possa ajudá-lo.

Ele vai ao maior detetive da DC, que está tentando entender como é possível haver três Coringas, usando um piscar da realidade que ocorreu na Guerra de Darkseid o narrador consegui acessar a realidade em que se encontra o Batman.

Em meio a raios e barulhos descobrimos quem é o narrador misterioso. Ele é um velho conhecido nosso, seu nome é Wally West ou Kid Flash. Implorando para que o Batman se lembre de quem ele é, mas não conseguindo, isso começa a causar o desaparecimento do rapaz, em um último ato de esperando Kid pede ao Morcegão que se lembre como a carta de Thomas chegou a ele, pois foi lá que começou o problema.

Wally tenta resistir a Força de aceleração que quer sugá-lo e se tornar um só ser, desaparecendo da linha temporal para sempre, enquanto luta ele se lembra da sua origem e de como quando o Flash restaurou a realidade alguém conseguiu roubar dez anos de cada ser vivo ali, assim West parte em busca de ajuda.

Wally ainda tentando se salvar parte em uma busca por ajuda e acabamos vendo as alterações que o Flash Point causou na estrutura da realidade, ele encontra Joe Trovoada e pede ajuda, mas o mesmo não se lembra do jovem. West alega que não é o único perdido no tempo e espaço, mas diz não conseguir chegar a esta outra pessoa.

Que é uma mulher loira que até então não tem a identidade revelada, mas busca o Super, por dizer que viu o futuro, ela traz consigo um anel com um “L” (todos sabem que se trata de uma anel da Legião de Heróis).

Ainda vemos que não apenas o Wally e a mulher loira (provavelmente Satúrnia), mas o Elétron também se encontra fora do tempo, pois diminuiu a tal ponto que chegou ao microverso, que tenta voltar com o auxílio de seu ajudante na faculdade o Ryan.

Vemos diversos heróis como dois Besouros Azul, dois Lanternas Verdes ambos conversando em locais distintos, vemos Damian Wayne comemorando seu aniversário sozinho e planejando se tornar o líder dos Novos Titãs, vemos o Aqualad assumindo para mãe que é gay.

E vemos Pandora, uma das causadoras de união dos três universos, mas ela é desintegrada por um inimigo misterioso muito semelhante à maneira que o Dr Manhattan faz, ainda vemos o nascimento de uma nova encarnação do vilão Darkseid e sabemos que Diana tem um irmão gêmeo perdido chamado Jason.

Como uma última tentativa West vai atrás de sua esposa, a Linda que também não se lembra dele e o herói percebe que mais que dez anos, o amor também havia sido tomado desta linha de realidade.

Nesta hora voltamos para o Superman pós-crise que é abordado por um homem misterioso que se apresenta como Mister Oz, que fala que nem o Super que esta vivo, nem o que morrer eram o que achavam ser.

Voltando a um West prestes a desaparecer que chega a Central City e encontra sua contra parte lá, o Wally West dos Novos 52, depois disse o ele parte para encontrar o causador de toda sua dor. Barry Allen.

Eles alerta o Flash sobre a falha na realidade, de como todos estavam esquecendo-se de coisa, mas sabendo que deixaria de existir Wally agradece a incrível vida que deve junto a Barry, e que o seu mentor tinha razão, pois: “Cada segundo era uma dádiva”. Essa mensagem se encontrava gravada no relógio que o Kid ganhou do Flash.

Essa frase traz as lembranças de Barry de volta e no último segundo ele puxa o sobrinho de volta a realidade, isso faz com que o Flash comece a se lembrar das coisas do Flash Point de come ele quase destruiu tudo, Allen se culpa não só por ter esquecido do Kid, mas por ter destruído amizades, apagado amores.

Mas Wally diz que não foi ele, havia alguém muita mais poderoso por trás disso.

Aqui voltamos para o Batman que olha para carta de seu pai, quando vê um brilho estranho numa das paredes da Batcaverna, ao mexer na parede, ele encontra o botton do Comediante do Watchmen. Em narrativa Wally alerta ao Flash: “Nós estamos sendo vigiados”!

Depois temos a última conversa entre Dr Manhattan e Ozimandias em Watchmen, enquanto vemos dois relógios, uma atual e outro no passado, não fazendo pensar se o tempo está voltando ou não. Assim termina o Renascimento.

Gente a matéria ficaria enorme se fosse postado de uma única vez, sendo assim tive que dividi-la em três partes, essa é a primeira.

Continua amanhã…

Não deixe de se inscrever em nosso canal do Youtube: youtube.com/c/papoaleatorio e de fazer seu comentário aqui no site!

Curta a página do Papo Aleatório para mais novidades.

VIDA LONGA E PROSPERA NERDS E GEEKS!

Related posts

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.